domingo, 21 de fevereiro de 2010

Ainda assim
















Isso não é um retorno. Apenas um desabafo, uma palavra entre um trago e outro. Ando preocupado comigo. Isso, não acontece há 26 anos e uns meses. Preocupado com a maneira de como tenho levado minha vida e, por conseguinte, as pessoas que estão comigo.

Sou um inútil. Assim como 100% do meu gênero. Estamos acostumados a ter (sempre) alguém prá limpar a nossa merda. E não digo das fraldas.... não, digo, pois percebo que daí que começa. Repito, estamos acostumados a ter sempre alguém a limpar nossa merda. Por quem você chamava primeiro quando se machucava na infância? Mããããããããããããe! – pai sempre fica na 2ª posição (se a avó é presente, então....). Reunião do colégio, briga com a namorada/fim do relacionamento... Tudo, enfim.

Mas você cresceu, não é? Chegou a hora de se virar, dar um rumo na sua vida. Começa a fazer as coisas por si e bam!, casou. Ok, você quase deu prá trás na hora, e muitas vezes você deu mesmo pra trás. Dessa vez, não foi sua progenitora que segurou a sua bronca, mas tua mulher, que segurou a sua mão e te de um puxão - se isso não aconteceu contigo, ainda vai rolar, acredite. E teve também aquele seu plano maluco, só bom mesmo no papel ou na sua cabeça. Quem acreditou? E pior ainda, ela sempre soube que não ia dar certo e te apoiou ainda assim.

Não fazemos o que é necessário por nós mesmos, não fazemos o necessário por elas. Não mandamos bem nas preliminares (mas EXIGIMOS uma boa chupada) e pensamos em sexo (muitas vezes com outras pessoas) e pornografia por horas a fio, caso nada mais importante não nos interrompa. Não dividimos as tarefas de casa (mas é bom ter tudo limpo, só prá variar).

Nós (homens, meninos, garotos, não importa o termo) “não” milhares de coisas. E ainda assim, nos amam, pulam de alegria e vibram conosco quando acertamos alguma. Deixam aquele olhar de “nunca-vou-amar-alguém-assim” depois de uma boa transa. 

Talvez seja isso mesmo. A merda a ser limpa é tanta que, quando não há o que ser feito, é necessário que haja uma comemoração.

Por tudo isso, caro amigo, antes de pensar que você é o gostosão, macho-alfa, o que faz e acontece, pense realmente sobre isso. Pense em quem limpa a tua bagunça que é a tua vida